domingo, 8 de abril de 2007

Planície Alentejana




Decidi copiar para aqui o que escrevi, ontem, numa folha de papel .


Aqui, sobre a secretária roída pelo bicho da madeira ou caruncho, debruço - me atentamente, em cima de um velho livro esquecido, com folhas em tons de amarelo, na esperança de pôr a imaginação a voar e escrever algo interessante. Pego na caneta azul e espero as palavras certas para começar a contar. Porém, não falta muito para as encontrar, no meio dos meus inúmeros pensamentos e ideias.

Neste território Alentejano, desfruto de ar livre e de uma paz constante que me deixa totalmente segura. Ouço os pássaros empoleirados nas figueiras, com os seus chilreares estridentes e alegres, e observo atentamente as andorinhas com os seus movimentos circulares, atravessando as casas caiadas de branco. Os cães vadios passam pelos muros silenciosos e seguem o seu caminho pela estrada cheia de pedras. É um mundo quase isolado, mas não posso deixar de admitir que é bastante agradável.

À medida que estou a escrever, vou dando atenção à minha avó, frágil e delicada, que não via há três meses. Tenho-lhe dado grande apoio moral e vou mostrando o que escrevi, para ela se ocupar a ler os meus rascunhos. Olho para ela e relembro os tempos em que percorria comigo as ruas estreitas, quando era sã e escorreita. Ouço o sino da igreja no alto do monte e pergunto-me há quanto tempo estarei a escrever aqui.

*


Esqueço todos os meus problemas quando me isolo no quarto soalheiro e escrevo tudo o que tenho em mente. Nestes momentos de solidão , penso em como os amigos fazem verdadeiramente falta, e em como a vida se torna acentuadamente monótona quando não estamos com eles. De facto, eles fazem parte da minha vida e são bastante importantes para mim. Não sei bem como descrever uma amizade, mas estou segura de que encontrei algumas que irão ficar para a vida inteira.

Comecei a pensar ainda mais na vida. Em como foi difícil para mim o início da adolescência traiçoeira, quando começaram a surgir os sintomas deste crescimento acentuado. Agora sinto-me grata de ter atravessado a pior fase, com a grande ajuda dos meus amigos, e estar finalmente a gostar da minha vida. Sei que tenho ainda de traçar muitíssimos rumos, mas sinto-me preparada para o que der e vier e pronta a ajudar quem mais precise. Talvez esteja a descrever uma das minhas grandes qualidades, ou, caso contrário, um defeito do meu feitio preocupado pelos outros.
Não hesito em fazer tudo para ajudar um amigo que precise de ajuda e atenção, e faço com que os problemas deste também sejam os meus. Não consigo ver alguém desanimado e sentir que posso fazer alguma coisa. Um sorriso em alguém, é um sorriso em mim. Limito-me a ser o que sou, e mais não faço.



Mais uma vez, obrigada por estes minutos de atenção,



Rita f.

5 comentários:

Marry disse...

Rita já pensas-te em ser escritôra??
não??
então pensa agora porque tu és uma optima escritôra e não digo isto só por seres minha prima mas tambem pela óptima narrativa do teu dia de Alentejo!!!

E agora só te peço um favor.....
ESCREVE MAIS hÌSTÓRIAS!!!!!!!!!
PLEASE!!!
ou a´te podes fazer episódios para as pessoas ficarem a roer as unhas até á proxima historia!!

Bem adeus

DRT MT T MT MT MT MT MT MT MT MT

jojo disse...

Olá!
Concordo plenamente com a Marry!
O teu blog está excellent!
Acho que devias experimentar escrever um livro!
Estou ansiosa pelo próximo post tal como a Marry!
Bjs!
Adoro-te!

Maria (: @ disse...

Concordo plenamente com estas duas miudas que eu tanto adoro.
Como te disse ja' mais do que uma vez, tens que escrever um livro!

Acredita, mulher: podes seguir o teu tão desejado sonho de ser veterinária e escrever livros ao mesmo tempo!

(Ficarias rica. Partilharias comigo uma parte dessa riqueza? Convidar-me-ias para dar uns mergulhos na piscina da tua mansão de LUXO? :S Estou no gozo, Rita! Convidar-me? BAAH)

AMO-TE Rita!
Beijão meu @

Maria (: @ disse...

PS: Faz-me um favor: quando acabares de escrever um post não agradeças 'as pessoas por o terem lido!

Ate' parece que e' uma tortura lê-lo. Pelo CONTRA'RIO, e' um PRAZER! :)

Beijinho, miuda.
Adoro-te @

Jojo disse...

Bela musica de fundo, man!

ADORO-TE!

Tenho te no meu blg...

|:S

:'(