quarta-feira, 23 de junho de 2010

Brilha



O sol vem, e os meus olhos acompanham a luz do novo dia que se espreguiça diante de mim. Será outro, dos muitos que o meu mundo já viu nascer em quase dezoito anos de vida; cada um com a sua singularidade, unicidade, com a diversidade de vivências e experiências que vinte e quatro horas de um dia oferecem.
Passa um, depois outro, e outro se segue. Em constantes rodopios e mudanças, permanece a nossa oportunidade para cá permanecer, para saber mudar o mundo e mudar com o mundo.
E sim, que o ritmo continue, que o sol me saiba vir abraçar sempre, que o vento me dê a mão quando me deixar perder na turbulência da vida, que a noite venha para dar descanso aos nossos olhos e nos deixe sonhar. É contigo que abraço o mundo diante de mim. É por ti que o meu dia tem luz.
Brilhas em mim.
Rita f.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Not

'Não!'
Faz parte.
Rita f.

Água



Água que corres entre as pedras, e passas tão suavemente no transparecer da tua existência.
Leva-me contigo por esses caminhos, esconde-me dos perigos do mundo.
Deixa-me transparecer também,
por um segundo.

Rita f.