segunda-feira, 23 de junho de 2008

Há..


Há palavras que nos beijam
e palavras que nos ferem
Há palavras que nos deixam
e palavras que nos querem.


Há olhares que deslumbram,
que nos deixam sem falar
Há olhares que magoam,
que nos doem sem parar.


Há dias com muito sol
que nos passam a correr
E há dias menos bons
que não sabemos esquecer


Há as palavras trocadas
por vezes, sem pensar
e há sorrisos escondidos
nas ondas do mar.
Rita f.

terça-feira, 3 de junho de 2008

Caminhos de pedra

Pelas escadas de pedra vou,
e conto os degraus.
Cabelo ao vento, criança sou,
em caminhos maus.

O céu de chuva que não voltou,
torna o ar deserto.
Contando os degraus já gastos nos cantos,
olho o céu aberto.
Foto tirada no Alentejo, em 2008
Rita f.