sábado, 6 de março de 2010

Novo ar


Já não meço à hora, ao minuto, ao segundo.
Agora é à milésima que te respiro no mundo.
Pedacinho.
Rta f.

2 comentários:

Anónimo disse...

Tens jeito para a poesia =)

Tiago disse...

menina dos meus olhos :$