terça-feira, 8 de setembro de 2009

small (...)

Quando pensamos que a chuva não pára, que a tempestade não vai acalmar. Quando vemos as nuvens cada vez mais densas, escuras, cerradas, o céu não nos vai cair em cima. Não pode.

Porque acreditamos que ainda há dias de sol. Porque acreditamos que tudo passa.

Porque existe ainda quem nos ilumina, quem nos dá vida, quem nos faz sorrir, no meio do tudo e do nada; do melhor e do pior.

Na vida tudo vai, mas nem tudo volta. E cada momento é um, um só, da mais pequena importância, de uma singularidade imensa, que só pode ser único.

Rita f.

Sem comentários: